9 de março de 2010

Agora

Não foste escolhida, apesar de desejar?

Masturba-se pra te encontrar

E se encontrar.

Gozo narciso sem fim

Corpo inundado de céu e de inferno.

Pensa no que foi.

No que será.

E no que poderia ter sido.

Não sei se encontrou a morte

Mas sente que a vida insiste.

Olha pra baixo e vê os pés.

Quem poderia supor!

Sequer imaginar!

Um dia desses encontrou com ele lá no alto

da serra.

E da noite!

Disseram oi!

E tchau...

Depois que fizeram amor.

- Deixe estar que um dia ela volta!

Ou não.

Quem quer saber!


Nenhum comentário:

Postar um comentário